Em meio a escândalo sexual, Vaticano culpa a homossexualidade

Tsc, tsc, tsc… como disse Érika Pretes, que compartilhou a notícia conosco via lista de discussão, Daqui a pouco vão colocar (de novo, pq com a sodomia era assim) na nossa conta as chuvas do Rio de Janeiro e o homicídio da Nardoni”. E num é?

Cabe comentar que, além do absurdo da (des)informação, do preconceito e da hipocrisia neste imbroglio todo, vários meios de comunicação (dentre eles G1 e Folha de São Paulo) utilizaram o termo “homossexualismo“, totalmente errôneo em se tratando de orientação sexual.

Bom, o link original é do site Dolado:


Cardeal recorreu ao velho estigma da pedofilia associada aos homossexuais.

Igreja Católica enfrenta um enorme escândalo sexual com notícias que estampam os jornais diariamente envolvendo membros de igrejas na EuropaEstados Unidos em casos de abuso sexual e pedofilia.

Para despistar a atenção, o Vaticano decidiu mudar o foco e culpar os homossexuais.

Nesta segunda-feira, dia 12, o Secretário do Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, afirmou que os casos de pedofilia não tem relação alguma com o celibato, mas está diretamente associados àhomossexualidade.

Diversos psicólogos e psiquiatras já declararam que não há relação entre o celibato e a pedofilia, enquanto muitos outros disseram, pelo que fui recentemente informado, que há a relação entre pedofilia e homossexualismo (sic). Essa patologia toca todas as categorias da atividade humana, e os padres em uma proporção menor. O comportamento desses padres, nesses casos, é muito sério, é escandaloso,” revelou o cardeal em entrevista coletiva.

Essa não é a primeira vez que culpam os homossexuaispor todo o escândalo recente na Igreja Católica. Na última semana dois cardeais também se manifestaram sobre o assunto e não poderiam deixar de alfinetar os gays ao afirmar que o Papa Bento XVI está sendo vítima de uma campanha de ódio por defender a instituição familiar contra às questões LGBT.

O Papa defende a vida e a família baseadas no casamento entre um homem e uma mulher, em um mundo onde há pressão de outros grupos para impor um estilo de vida diferente,” afirmou o cardeal espanhol Julian Herranz na Rádio do Vaticano.

Seguindo a mesma linha, o cardeal Angelo Sodano se pronunciou na publicação oficial da Santa Fé, o periódico L’Osservatore Romana.

O Papa representa os valores morais que não são aceitos, e por isso, as falhas e problemas dos sacerdotes são usados como armas contra a igreja.”

Ao contrário do que o Vaticano defende, um estudo realizado em 2002 pela Conferência Nacional dos Bispos Católicos dos Estados Unidos aponta alguns padrões nos casos de abuso sexual e pedofilia envolvendo membros religiosos. Confira alguns dos dados:

Clichês: A maioria dos adultos envolvidos em casos de abusos sexuais afirma que foram vítimas do mesmo problema quando crianças.

O Sacerdócio: Como grande parte das vítimas espera anos para denunciar, a maioria do clero acusado já está morta ou não pertence mais ao Sacerdócio. Cerca de 4% do clero que trabalhou nos Estados Unidos desde 1950 já foram acusados por abuso sexual infantil.

As Vítimas: A esmagadora maioria das vítimas é formada por adolescentes. Isso indica que a minoria dos acusados eram pedófilos, já que é um termo psicológico para se referir àqueles que sentem atração por pré-adolescentes. O conhecimento da diferença do significado do termo psicológico é importante para evitar futuros abusos sexuais.

Homossexualidade: Mesmo 80% das vítimas sendo meninos, diversos pesquisadores apontam que os abusos não tem nada a ver com a sexualidade. Os padres tem fácil acesso aos garotos, o que sinaliza o alto índice de garotos como vítimas de abuso sexual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s